sexta-feira, 22 de maio de 2015

Crise Energética no Brasil


Via Google Imagens





































Obs.: Ideias de uma mente fervilhante, se estou certa não sei, mas são ideias)
Alguns de vocês já perceberam o aumento excessivo na conta de luz e na gasolina, o que acarretou o aumento dos alimentos, roupas e etc.
Talvez, você não tenha pego a conta de luz na mão e tenha visto o aumento, mas com certeza, sua mãe ou pai disse para tomar um banho mais rápido, apagar a lâmpada que não está sendo usada entre outras medidas de economia.
Mas não é só a "gastança exagerada" que está causando esta crise.
A falta de chuvas que atingiu boa parte do Brasil no final de 2014 e começo de 2015 fez com que a maioria dos reservatórios usados para gerar energia nas hidrelétricas secasse ou operasse em estado crítico.
Não é fato novo que o meio-ambiente vem mudando, evoluindo e se adaptando aos dias atuais, então logicamente com a poluição de rios, desmatamento, aquecimento global e outros fatores, esperaria-se uma diminuição gradual da água e uma desregularização das épocas de cheias e secas.
O governo tendo em suas mãos tecnologia e profissionais suficientes para medição desse tipo de evento metereológico e diria até geológico, não poderia ter preparado medidas de energia alternativa para diminuir o uso de recursos hídricos?
Me recordo do início da construção da Usina de Belo Monte, Rio Xingú - Pará, obra essa que encontrou oposição de ambientalistas devido ao tamanho do projeto, desmatamento e área alagada necessária. e também da comunidade indígena cujas casas tiveram de ser mudadas para outros locais. Fora essa obra, outras hidrelétricas também foram inauguradas nesse período, mas eu acredito que investir em hidrelétricas em um momento que o meio ambiente está tão instavel não é algo assim tão seguro para se fazer. Deve haver uma diversificação de obtenção de energia.
Logicamente, o norte do Brasil é rico em fontes hídricas, mas eu acredito que um projeto desse tamanho, custando certamente muito, poderia ser trocado pela construção de usinas de energia baseadas em recursos renováveis tais como eólicas e solares.
Sendo o Brasil um país de clima tropical, conta com sol forte a maior parte do ano. Aproveitar essa energia renovável enquanto ela se perde por não ser usada é um dos meios de diminuir a dependência que temos na produção de energia através de hidrelétricas.
Cidades litorâneas e cidades em montanhas, podem ser foco para a construção de usinas de energia eólica. A produção através dos ventos (que também é uma fonte renovável) é uma das opções existentes para a produção de energia no país, além de achar esses tipos de usinas bonitas e interessantes, penso que é um desperdício não usar o vento a nosso favor.
Já ouvi falar da produção de energia através de ondas, e também da energia atômica, mas acredito que com um aumento da produção de usinas solares e eólicas, diminuiríam a dependência de usinas hídricas e com isso termos alternativas de abastecimento elétrico e em períodos de estiagem a diminuição de cortes e apagões.
Acredito que com isso também, o preço pago pela energia nas casas brasileiras diminuísse.
Mas a crise energética não se baseia somente na energia elétrica.
A extração de petróleo (que é um bem não renovável) vem aumentando devido a demanda de consumo.
Já prevendo uma crise futura por causa desse bem o governo tem investido na produção de etanol como combustível, vindo da cana-de-acúcar, e do biodiesel advindo de sementes como girassol.
Porém, houve uma diminuição na produção de etanol de cana-de-açúcar e um aumento da exportação do mesmo. Isso elevou os preços no mercado nacional fazendo com consumidores (principalmente os donos de carro flex) preferissem a gasolina.
A diversificação na produção de etanol, não advindo somente da cana-de-açúcar, talvez seria uma das soluções para o aumento da produção no mercado.
O etanol pode ser produzido através de diversas plantas, uma delas o milho, que é largamente utilizado nos Estados Unidos para esse fim.
Além disso, o o investimento interno deve ser aumentado para "segurar" esse etanol para os brasileiros e aumentar a produção do mesmo deixando de competir com o mercado externo.
A pesquisa e o investimento em em profissionais dessa área com certeza contribuirá para ampliar as opções de combustíveis renováveis existentes e viáveis para produção.
Isso acarretará uma diminuição nos preços finais ao consumidor. Afinal o aumento das mercadorias se dá também pelo transporte até o cliente.
Basicamente percebe-se que uma área afeta a outra e que tudo gira em um círculo que só muda quando no seu início algo é mudado.
Significa que teríamos que mudar a maneira com que essa crise é tratada no país, reduzí-la para então ter uma parte do problema geral resolvido.
Uma parte também compete a nós. Preservar a natureza, plantar árvores, descartar o lixo em local adequado ajuda o meio-ambiente de certa forma "recuperar-se" da degradação que vem sofrendo.
Economizar energia em casa, além de diminuir o preço da conta no fim do mês, faz também com que as usinas atendam mais residências com a mesma capacidade e o mesmo número de watts gerados.
Portanto concluímos que o círculo vicioso da crise energética, afeta tanto na economia, quanto no meio-ambiente em que vivemos. Devemos no mínimo atentar-nos em nossos próprios meios de solucionar o problema, como forma de aliviar nossos bolsos das contas do fim do mês, e proteger o meio-ambiente, que é essencial e responsável pela conservação e proteção da vida.

-Daiane C Silveira

domingo, 3 de maio de 2015

03/05/1916


Hoje saí para fotografar, fazia tempo que não tinha a oportunidade de poder fazer isso. Embora seu estivesse cansada não me recusei a ver a natureza que me chamava.
Hoje é um dia de reflexão para mim, seria o aniversário do meu avô, que completaria 99 anos.
Tenho saudades, mas sei que ele está sempre comigo.
Uma coisa que ele sempre me ensinou foi a bondade, a simplicidade e a ver as coisas ao meu redor de forma bela.
Ele me fez amá-lo para sempre, e através dessas fotografias mostro o que eu penso hoje influenciada pelo que meu avô pensava também.
Essas imagens são de onde eu moro, e as frases vieram na mente ao ver as fotografias. espero que gostem.
Te amo Sr. Sebastião, para sempre.









































-Daiane C Silveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...